sábado, 31 de janeiro de 2009

Mid-Humor

Sobre o sarcasmo nada será dito, simplesmente que ele convive comigo tempo demais para me desfazer do coitado.

Quadrinho do Cyanide & Happiness Traduzidos.

sábado, 17 de janeiro de 2009

Reformas na Língua Portuguesa


Qual seria a razão de fazerem uma reforma na língua portuguesa? Simples meu caro, como todos nós sabemos o mundo está em meio a uma crise mundial na qual ajudaria se todo o país de terceiro-mundo que fala português fizesse com que seus habitantes comprassem um monte de livros e dicionários novos para se "atualizar" com as reformas... confesso EU TO PUTO DA CARA COM ISSO! =D
Alguém poderia me dizer quando o inglês passou por uma reforma? NUNCA (até pelo o que eu sei).
Eles podiam deixar como está, não complicar mais ainda o português (uma das línguas mais difíceis de se aprender) mas não meu amigo cheirador de calcinhas... eles tem que complicar para poderem vender dicionários!

Terminando as bobagens.

A coisa é séria, isso irá confundir a cabeça de muita gente. Eu tenho pena das pessoas que terão de fazer vestibular. Quando entrar em vigor as reformas as redações deverão ser escritas conforme as mudanças. Ou seja além de estudar pra caramba as pessoas terão de aprender a escrever conforme a nova Língua Portuguesa. Uma completa perda de tempo essas reformas. Que se concentrassem em algo mais produtivo como o novo padrão brasileiro de tomadas. Isso sim ajudará à todos que como eu estão cansados de levar "patadas" da corrente elétrica.

E seguindo as reclamações para terminar o post. Uma frase de Tony Montana (Scarface) que cai como uma luva no caráter do governo brasileiro. E eu não reclamo do Lula, até acho que ele é um bom presidente mas sim daqueles deputados que roubam e ficam impunes.

"Eu falo a verdade até quando minto!"

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Apocalipse Particular




Aquele vento frio e pegajoso começou a soprar novamente depois de algum tempo, eu costumo chamar ele de tristeza. Os motivos são vários e nenhum, ao mesmo tempo que tenho minhas razões pra permanecer supostamente feliz se eu começar a pensar de mais a tristeza toma algum espaço, e sempre foi assim, as mesmas pessoas, mesmo sorrisos, mesmos problemas, mesmas desculpas, mesmas promessas, essa mesmisse é a minha doença, eu realmente não suporto isso. É como se você não pudesse tomar conta de sua própria vida, sempre tem alguém disposto a cuidar dela, eu desisti de tomar minha decisões já que as pessoas a minha volta ficam felizes em fazer escolhas por mim. Eu não sei explicar exatamente o que é esse sentimento, é como um vazio, uma descrença em tudo, falta de esperança talvez, não é agradável sentir, eu passo horas e horas só pensando em como tudo poderia ser diferente, como ou poderia mudar as coisas, tento encontrar um jeito de fugir de tudo que tem acontecido mas as tardes são cada vez mais frias e as noites cada vez mais longas, as horas se arrastam e eu não sei o que fazer, eu nem mesmo quero pensar sobre isso.
Ocorreu um erro neste gadget